Iniciações no Reiki, essa é a diferença.

Esse é um dos assuntos mais importantes no que se refere ao caminho do Reiki. Sem elas, as iniciações, não podemos dizer que seja técnica de Reiki. Assim, a base de se aprender Reiki é passar por um processo de 4 iniciações no Reiki 1, receber essas iniciações individualmente e informações de um Mestre (presente fisicamente, iniciado por um outro mestre Reiki da mesma forma).

Até há bem pouco tempo nem se sabia o que era Reiki; não existiam livros aqui no Brasil sobre o assunto e muito menos tantas “variações” de ensino do Reiki como encontramos nos dias de hoje, confundindo o leigo no assunto sobre o caminho adequado.

O Sistema Tradicional Usui de Reiki é bem rigoroso quanto à transmissão da técnica a um aluno ou candidato a Mestre, passar pelo processo de cada curso no seu tempo com suas respectivas iniciações. É assim como uma borboleta que leva o seu tempo para sair do casulo; nós também temos que ter respeito pelo processo da transformação em nossas vidas pelo Reiki. Isso tudo tem logicamente uma razão, apesar do Reiki ser uma das técnicas mais amorosas de transformação, ainda assim essas mudanças precisarão ter o seu tempo certo, pois ao passar por um processo correto de iniciações de Reiki as mudanças serão a nível molecular e energético gradativo e para toda a vida.

O Reiki não é um escalar de graus, portanto, não existe a necessidade de se fazer todos os níveis, o importante é fazer e principalmente a base correta ( Reiki 1 com as 4 iniciações). E quanto aos níveis mais avançados é somente para quando a pessoa já passou por um bom tempo de experiência com o uso do Reiki 1 e quer então estar mais comprometido com o Universo, ajudando os outros à distância.

E como saber onde fazer o curso de Reiki?  É simples: siga seu coração, sinta se aquele é seu Mestre. Não importa o local, a escola, mas sim o Mestre e qual é a sua linhagem. Quando um aluno faz um curso de Reiki, ele não está por acaso naquela turma, naquele curso, com aquele Mestre. Assim perceba quais são suas escolhas. Se você fosse comprar algo que tivesse que durar  toda uma vida o que compraria? Algo perene ou algo frágil? Assim tem que ser sua escolha para o curso de Reiki.

Não se preocupe. O lugar certo, o Mestre certo aparecerá, apenas sinta no seu coração, e enquanto seu coração não “achar” o caminho certo, ele sempre apresentará uma nova opção de escolha. E se por algum motivo você já tenha feito essa escolha e mesmo assim continua a sentir uma certa inquietação com o seu curso de Reiki ou com os ensinamentos que obteve, é porque seu aprendizado não parou por aí, talvez você seja o tipo de pessoa questionadora que tem que experienciar tanto o não agradável como também o agradável. Isso também é uma escolha, a forma de como escolhemos receber o aprendizado na nossa vida.

É importante lembrar que todos nós somos responsáveis por nossas escolhas. Quanto maior o grau de evolução espiritual e consciência, maior será a responsabilidade para consigo e com todos, porque somos todos Um, e aquilo que “criamos” ao outro estamos na verdade criando a parcela de comprometimento conosco.

Se você quer um mundo melhor, comece a fazer as mudanças nas suas escolhas pessoais e comece por escolher os caminhos corretos, que não necessariamente  o mais fáceis e rápidos, mas com certeza do mais gratificantes à alma.

Luz em nosso caminho.

Namastê

Autora: Doris S. Rosa

 

%d blogueiros gostam disto: